Vender Apartamento Mobiliado no Rio de Janeiro vale a Pena?

Vender Apartamento Mobiliado no Rio de Janeiro vale a Pena?

Vender apartamento mobiliado no Rio de Janeiro pode ser uma boa opção para este ano de 2019. Com a redução das taxas de juros anunciado por Jair Bolsonaro e divulgados pela Caixa, este pode ser um bom momento para os corretores da cidade maravilhosa. 

Como está o mercado imobiliário no  Rio de Janeiro?

Com as taxas reduzidas, e as parcelas corrigidas com base na inflação, e na TR este momento é considerado um dos melhores para todo o mercado imobiliário nacional, e que pode ajudar a impulsionar o mercado de construção civil, gerando assim mais empregos. 

Embora ainda apresente algumas dificuldades, fruto do reflexo da crise de 2014, o mercado imobiliário do Rio de Janeiro tem mostrado que pode ser uma boa hora para quem deseja investir em imóveis, ou vender apartamento mobiliado. 

Por ser um mercado considerado ainda tímido, esta situação pode acabar refletindo diretamente nos valores dos imóveis, o que pode ser muito favorável para aqueles que querem investir a longo prazo, mas os especialistas recomendam muita cautela. 

Somente no ano de 2017, a queda dos preços dos imóveis no Rio de Janeiro chegou a 3,8%. Para aqueles que possuem imóveis para locação este índice atingiu a casa dos 8% de queda do preço do aluguel. 

Como foi o desenvolvimento em 2018?

Em 2018, o mercado de imóveis começou a tomar um impulso de crescimento. Até o mês de agosto deste ano, podemos mostrar alguns números relacionados a venda, aluguel e rentabilidade. Veja a seguir, algumas dessas informações: 

Venda 

Para quem deseja vender apartamento mobiliado no Rio, devemos lembrar que houve uma queda de 0,1% no mês e o m² chegou a custar cerca de R$ 5933,00. Já na zona sul, o preço do m² atingiu a casa dos R$ 13428,00. 

Aluguel 

Para um apartamento de 65m² o valor do aluguel pode chegar a R$ 1500,00. Em 80% dos bairros, podemos registrar uma queda de 8% nos últimos meses. 

Rentabilidade 

A rentabilidade é o fator que mais se manteve estável nestes últimos meses, o que torna um dos fatores mais decisivos na compra de um imóvel no Rio de Janeiro. Seu índice chega a 4% ao ano, o dono do imóvel necessita de 25 anos de aluguel para conseguir quitar o imóvel. 

O que esperar do futuro?

O que esperar do futuro

A demanda para a compra na cidade ainda permanece fraca, por isso, os especialistas recomendam estudar bairro a bairro, para avaliar o custo/benefício do apartamento, mesmo que ele já esteja mobiliado. O mercado do Rio permanece estável em comparação com o restante do país que tem mostrado um amplo crescimento do setor. 

Que cuidados devemos ter na compra de um imóvel?

Independente das circunstâncias do mercado imobiliário em sua cidade, alguns cuidados devem ser tomados para evitar algum possível golpe. Comprar um imóvel não é tarefa fácil, e na maioria das vezes, contar com a ajuda de uma imobiliária de confiança pode fazer toda a diferença. 

Vamos mostrar aqui, que tipos de cuidados o comprador deve ter no momento que decide comprar seu imóvel: 

Confira a credibilidade da construtora 

Use as redes sociais, e sites especializados como o Reclame Aqui e Procon, veja se a imobiliária tem uma boa reputação, principalmente com relação aos prazos, caso contrário em algumas situações, se houver atraso na entrega de  documentos pode gerar multa para o cliente. 

Saiba escolher corretamente o imóvel 

Defina para que será utilizado o imóvel, se é para locação, empresa, ou moradia, depois disso, use a internet para pesquisar sobre os imóveis de sua região. Para alguns clientes o imóvel na planta pode ser vantajoso, mas para outras o imóvel usado pode ser mais prático. 

Consulte a documentação 

Nesta hora, o auxílio de uma imobiliária pode contribuir para que o processo seja mais rápido, além da documentação do proprietário, devemos separar a documentação do vendedor, e também do imóvel, geralmente costumam ser solicitados os seguintes documentos: 

  • Cópia do CNPJ, se for pessoa jurídica, ou CPF para pessoa física;
  • Contrato Social;
  • Registros da Junta Comercial;
  • Certidões Negativas;
  • Certidão de quitação de tributos.

Por ser uma lista extensa, é importante que as pessoas que não tenham muita experiência contratem os serviços de uma imobiliária, pois o corretor com CRECI pode fazer o acompanhamento e agilizar o processo. 

Leia o contrato de compra e venda 

No contrato de compra e venda devem ser incluídas informações como localização do empreendimento, descrição da área, valor do imóvel, formas e fluxo de pagamento. O contrato somente tem confirmação jurídica quando for validado pelo juiz, por isso após ser assinado e validado é um documento valioso. 

Faça um planejamento financeiro

A compra de um imóvel pode atrapalhar o financiamento doméstico, pois como sabemos existem diversos custos extras como por exemplo, o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), comprar um imóvel não requer apenas pagar suas parcelas, mas sim, todos os custos envolvidos no processo. 

Os custos com o pagamento das parcelas não devem ultrapassar os 30% da renda total familiar, conforme determinação da Legislação Brasileira. 

Não deixe de fazer a vistoria 

Mesmo que seja um imóvel na planta, devemos averiguar se as obras estão em dia, e para um imóvel que já está construído é fundamental visitar o local, para analisar se há algum possível transtorno para o futuro morador. 

Não importa se o imóvel será utilizado para fins comerciais, ou para moradia, a vistoria é um processo necessário antes da assinatura do imóvel, as próprias imobiliárias costumam recomendar uma vistoria para não haver problemas no futuro. 

Consulte a Secretaria de Segurança Pública 

Caso não conheça o comprador adequadamente, é possível consultar informações úteis no site da Secretaria de Segurança Pública, para checar se há passagem na Polícia, algum crime por estelionato, etc. O processo de compra e venda de imóvel é muito rigoroso e devemos ter cuidado com tudo. 

Experimente os serviços imobiliários online

Experimente os serviços imobiliários online

Se pretende vender ou comprar imóveis no Rio de Janeiro, conte com uma equipe que trabalha 100% online e segura. Fazemos todo o processo de compra e venda online, inclusive o agendamento de visitas, confira nossos serviços ainda hoje e saia do aluguel. 

Conclusão  

Mesmo com um mercado praticamente estável, vender apartamento mobiliado no Rio de Janeiro é possível, graças aos serviços imobiliários oferecidos via internet, os clientes podem conhecer os imóveis e conversar com corretores sem ter que ir a uma imobiliária. 

Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo =>>>

Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo =>>>

Posts relacionados

Porque Alguns Imóveis Não Aceitam Financiamento

Porque Alguns Imóveis Não Aceitam Financiamento?

Porque alguns imóveis não aceitam financiamento? Vamos mostrar aqui, uma pequena relação de imóveis que não podem ser financiados. O mercado imobiliário é muito complexo,