Quanto custa para fazer o registro de um imóvel?

Quanto custa para fazer o registro de um imóvel?

Você acabou de adquirir um imóvel e agora precisa registrá-lo, mas não sabe ao certo por onde começar. Não se preocupe, para facilitar a sua vida, responderemos agora algumas das principais dúvidas como:  porque é preciso registrar o seu imóvel? Onde registrar e qual é a documentação necessária? Quanto custa para fazer o registro de um imóvel?

Vamos conferir um passo-a-passo para que não fique nenhuma das dúvidas citadas assim, confira:

Porque é necessário registrar o seu imóvel?

Para que o imóvel seja legalmente seu, além do registro, você também vai necessitar fazer a escritura.

O registro de imóveis é um documento oficial que atesta que você é o atual proprietário do imóvel, ou seja, somente quem tem o registro do imóvel, é oficialmente o dono dele perante a lei. Além disso, para que possa fazer posteriormente qualquer transação imobiliária, como a troca ou venda do imóvel, é fundamental ter o registro.

Onde registrar e qual é a documentação necessária?

Vale ressaltar que segundo a lei, o registro só pode ser feito no Cartório de Registro de Imóveis, e um detalhe, este precisa está localizado na mesma região que o seu imóvel.

Além dos documentos pessoais como:

  • RG ou carteira de habilitação;
  • CPF;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Comprovante de residência atualizado.

Também deverá ser apresentado as seguintes certidões:

IPTU – Certidão Negativa de Débito emitida pela Prefeitura, mostrando de que não existe nenhum débito pendente ou negativo do imóvel, do antigo e do novo proprietário com relação ao IPTU junto a Prefeitura;

Certidão Vintenária – Esta certidão é fornecida pelo próprio Cartório de Registro de Imóveis e tem como objetivo informar o histórico da propriedade nos últimos 20 anos, neste constam informações importantes como: hipotecas, pendências judiciais, débitos, entre outros;

Matrícula atualizada – É extremamente importante que você possa ter em mãos a matrícula atualizada do seu imóvel, assim será possível verificar a situação do mesmo, caso exista alguma pendência ou débito;

Contas – Não é uma regra geral, mas alguns Cartórios costumam exigir os comprovantes de pagamentos atualizados das contas de energia, água e condomínio. De qualquer forma não custa nada levar caso sejam solicitadas.

Quanto custa para fazer o registro de um imóvel?

Quanto custa para fazer o registro de um imóvel - Cartório

Bom… uma série de fatores devem ser levados em consideração para se determinar uma base de preços, e a partir daí saber de fato quanto custa para fazer o registro de um imóvel. 

ITBI – Juntamente com a escritura, será necessário apresentar o comprovante de pagamento do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis o ITBI. Na maioria dos estados brasileiros, este custa em média 3% a 4% do valor venal do imóvel (valor avaliado pela Prefeitura, que nem sempre corresponde ao valor real que foi negociado pelo imóvel). 

Fazendo um cálculo bem simples, se você adquirir um imóvel que possui o valor venal de R$ 100 mil,  o ITBI custará em média de 3 a 4 mil reais. O ideal é consultar o site da Prefeitura antes de fazer a escritura.

Taxa de Registro – esta taxa é cobrada diretamente pelo Cartório de Registro de Imóveis, e pode variar de acordo com as leis de cada estado. Na média custa em torno de 1% do valor venal do imóvel, em outras palavras, para um imóvel com valor venal de R$ 100 mil, você pagará em média 1 mil reais pela taxa de registro.

Pronto, agora com todos os documentos necessários, certidões e impostos pagos, o Cartório de Registro de Imóveis terá cerca de 30 dias para registrar o seu imóvel.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo =>>>

Deixe seu e-mail e receba conteúdos antes de todo mundo =>>>

Posts relacionados

Porque Alguns Imóveis Não Aceitam Financiamento

Porque Alguns Imóveis Não Aceitam Financiamento?

Porque alguns imóveis não aceitam financiamento? Vamos mostrar aqui, uma pequena relação de imóveis que não podem ser financiados. O mercado imobiliário é muito complexo,