Super Dicas de como vender imóvel comprado na planta!

Como vender imóvel comprado na planta

Sua casa ou apartamento está inacabada, mas você quer vender? São inúmeras as dúvidas quando o assunto é vender imóvel comprado na planta, especialmente para quem não tem muita experiência no mercado imobiliário. Mas não se preocupe, a Trindon fornece as principais etapas de uma venda de imóveis. Além disso, siga todas as nossas dicas para uma venda bem-sucedida !

Estime o preço de venda de sua propriedade

“Quanto vale minha casa ou apartamento? A que preço posso vender minha propriedade?”. Estas questões são necessárias durante qualquer projeto de vendas, estimar o valor de sua propriedade requer conhecimento do mercado imobiliário, preços e critérios diferentes para avaliar uma propriedade (localização, modelo, construtora, etc.).

Mostre as vantagens do imóvel

Vender imóvel comprado na planta - Mostre as vantagens do imóvelSe deseja atrair os olhares de seu cliente para o seu imóvel, comece destacando os benefícios de uma propriedade extremamente nova. Primeiramente, podemos começar falando do preço, e depois destacando que é bem mais barato adquirir uma propriedade ainda em fase de construção.

Deixe destacado também que, após a conclusão da obra, o imóvel terá uma valorização bem maior, e se houver boa infraestrutura no bairro é melhor ainda. As condições de pagamento para imóveis que estão ainda na planta são bem favoráveis, o que acaba conquistando de vez os clientes.

Apele para o lado emocional

Antes de tratar de negócios, procure conhecer um pouco mais sobre a vida do possível comprador. Sem parecer invasivo, informe-se sobre alguns pontos importantes como:

  • O seu estado civil, é casado?
  • Possui filhos? Quantos?
  • Já possui outras propriedades? Alguma na mesma região?
  • Em que trabalha? É interessante buscar indiretamente saber, um pouco sobre o seu poder de compras, isso irá ajudar, quando chegar a hora do comprador pedir um desconto.

Com base nessas informações, é possível direcionar a conversa para o lado emocional. Com base nestas informações, é possível saber quais são os seus gostos e as suas principais dores como: falta de tempo com a família, trânsito, opções de lazer, hobbies, o que gosta de comer. Se o futuro imóvel estiver localizado em uma região com bons restaurantes, com toda certeza o futuro comprador vai levar em consideração e vai valorizar ainda mais o seu imóvel.

Sempre utilize o marketing digital

Com o avanço da internet, o comportamento do consumidor também mudou e as empresas tiveram que se atualizar, e com imóveis não foi diferente, os clientes estão cada vez mais usando a web para pesquisarem sobre um produto ou serviço.

As redes sociais dão boa visibilidade para seu imóvel, e o e-mail marketing pode funcionar como uma ponte direta entre proprietário e um possível comprador. Com a ajuda do e-mail marketing há a possibilidade também de enviar uma proposta específica conforme o perfil que o cliente apresentar.

Não esqueça de informar que o imóvel é 100% novo

Vender imóvel comprado na planta costuma encantar os clientes porque são imóveis 100% novos. Quando estiver tratando de negócios com futuro comprador, busque sempre destacar que trata-se de uma propriedade novinha, zerada, e que ele terá a oportunidade de ser o primeiro a ocupar a propriedade.

Outra vantagem deve ser mostrada ao interessado pelo imóvel, é que você se tratar de um imóvel novo, ele poderá personalizá-lo da maneira que deseja, acompanhando de perto toda a construção.

Mostre o custo/benefício

Na maioria das vezes, quem busca comprar um imóvel, costuma colocar sempre à frente a questão financeira. Embora muitas vezes, o imóvel seja perfeito na planta, nem sempre o preço poderá agradar ao futuro comprador.

Uma dica importante, é sempre deixar para tratar de valores somente no final das negociações. Uma grande dificuldade para quem vai vender imóvel na planta, é fazer com que o futuro comprador consiga idealizar o imóvel pronto. Lembre-se, ele não tem como visitar a propriedade para assimilar o preço e o projeto.

Procure salientar o custo/benefício de se adquirir uma propriedade na região. Se possível faça um passeio aos arredores do imóvel, para que o comprador possa ter uma noção do bairro e da localização do seu próximo bem.

Busque ajuda Profissional

Até agora você viu dicas úteis que ajudarão na hora de vender uma propriedade que ainda está na planta. Mas, sejamos claros… uma venda de imóveis não pode ser improvisada!

Esse projeto exige tempo, muita motivação e conhecimento (legislação, negociação, relacionamento com cliente, etc.) Antes de começar a vender um imóvel, é essencial saber se você deseja chamar um profissional imobiliário, ou vender sua propriedade sozinho. Se você deseja vender sozinho, prepare-se para ter paciência e programe uma boa estratégia de vendas. Ah, não esqueça, você irá gastar muita sola de sapato e tomar muitos cafezinhos.

Agora se pretende buscar ajuda de uma imobiliária ou um corretor de imóveis, faça uma pesquisa detalhada dos antecedentes da empresa ou do profissional. Em hipótese alguma, confie a venda de uma propriedade a qualquer pessoa.

No Brasil, as pessoas costumam ser mais cautelosa na hora de comprar um imóvel ainda na planta, portanto, é de extrema importância, ter uma empresa séria e com uma boa reputação responsável pelas negociações.

Para vender imóvel comprado na planta conte com a Trindon

Para vender um imóvel, é essencial escrever e publicar um anúncio na imprensa ou nos sites especializados. No entanto, esse tipo de operação gera despesas significativas. Nós da Trindon, temos a nossa própria plataforma de divulgação, onde é possível divulgar e vender o seu imóvel mesmo que este ainda esteja na planta.

Vender imóvel comprado na planta - Trindon

Possuímos um grande catálogo de compradores ativos, alguns dos quais exclusivos. Dispomos de especialistas capazes de representar você totalmente em todos os processos de transações imobiliárias. Negociamos os valores em relação ao preço de mercado, permitindo que você venda sua propriedade sempre pelo melhor preço.

Também cuidamos de toda a parte burocrática, desde o primeiro contato com o futuro comprador até a finalização do negócio, de maneira rápida e sem custos adicionais. Ao divulgar um imóvel em nosso site, o proprietário do imóvel economiza não apenas tempo, mas também dinheiro.

Portanto, não perca mais tempo, se precisa vender imóvel comprado na planta com rapidez, agilidade, com a certeza que conseguirá o melhor preço, fale agora mesmo com um de nossos Especialistas e solicite uma avaliação de sua propriedade.

Aguardamos o seu contato!

Onde Anunciar Imóveis Gratuitamente no Rio de Janeiro?

Onde Anunciar Imóveis Gratuitamente

Onde anunciar imóveis gratuitamente? Anunciar imóveis já não é mais problema, graças à ajuda da internet. No entanto, é fundamental pesquisar sobre a credibilidade desses portais, é possível investigar essas informações em sites como o Reclame Aqui.

Dicas de onde anunciar imóveis gratuitamente

Encontramos diversas possibilidades de divulgar um imóvel de maneira gratuita e ainda sem ter que se deslocar até a uma imobiliária, logo, o anúncio requer alguns cuidados, como por exemplo, investir em fotos de qualidade para serem exibidas quando o cliente clicar no anúncio.

Na web, os clientes podem comprar ou anunciar qualquer tipo de imóvel, seja para comércio ou para residência. Algumas imobiliárias online costumam oferecer serviços burocráticos, como criação de contratos, e agendamento de visitas. Com o avanço da internet, existem diversas possibilidades gratuitas para anunciar imóvel, veja a seguir algumas dessas opções:

Redes sociais

As redes sociais como o Instagram, YouTube, e Facebook são ótimas para quem trabalha com anúncios, devemos lembrar que, a criatividade e interação com o público conta muito na hora de atrair um cliente. Promova também live para mostrar o imóvel ao vivo, e mostre os benefícios que o bairro tem para oferecer.

Classificados gratuitos

No Rio de Janeiro, os clientes têm à sua disposição um ótimo portal para anunciar imóveis, seja para vender ou para comprar nosso portal imobiliário realiza todos os serviços necessários. Dessa forma, nos preocupamos em proporcionar conforto e segurança para nossos clientes.

Tenha bom senso quando for anunciar

Informe todos os benefícios que o imóvel pode oferecer aos clientes, como por exemplo, documentação em dia, livre de dívidas com a prefeitura, e um bairro com boa infraestrutura. Cuidado ao colocar as informações nas redes sociais, seja o mais verdadeiro possível.

Se for o caso, filme ao redor do imóvel, se for perto de terminal de ônibus, de escolas, hospitais é importante divulgar esses detalhes para seu cliente. Caso o cliente esteja sendo acompanhado por um corretor, este deve fazer um levantamento de tudo o que ainda falta concretizar para finalizar a compra e venda do imóvel.

Não deixe de acompanhar o mercado imobiliário

Onde Anunciar Imóveis Gratuitamente no Rio de JaneiroEste é um mercado que está em constante oscilação, ou seja, ele age conforme o cenário econômico, se este for favorável, certamente, o mercado imobiliário também será. Outro fator determinante é a taxa Selic, se esta taxa estiver muito alta ou muito abaixo do normal, pode afetar diretamente no valor dos imóveis.

Por isso, se pretende vender ou alugar, verifique como está o mercado imobiliário em sua região ou em seu estado, antes de tomar essa difícil decisão. Peça auxílio a um profissional que tenha o CRECI para que este possa te dar orientações com base na legislação brasileira.

Se o mercado está instável, e as taxas não estão agradando os investidores, é conveniente aguardar até que o mercado esteja mais estabilizado.

Conclusão

Onde anunciar imóveis gratuitamente? Faça o cadastro em nosso site ainda hoje, e anuncie para toda a cidade do Rio de Janeiro no conforto de sua casa, nossa plataforma é completamente online, e ainda oferecemos todos os serviços imobiliários que são necessários para auxiliar no fechamento do contrato.

Posso Vender Imóvel Comprado com FGTS?

Posso vender imóvel comprado com FGTS

Posso vender imóvel comprado com FGTS? Quem possui um imóvel nestas condições, já fez esta pergunta ao menos uma vez. O FGTS não impede a venda do imóvel, no entanto, você precisa observar alguns pontos importantes para evitar alguns transtornos e possíveis dores de cabeça.

Regras para uso do FGTS de acordo com CEF

Segundo a Caixa Econômica Federal, existem algumas regras para a utilização do FGTS para a compra da casa própria, essas regras existem para evitar fraudes, e fazer com que o dinheiro seja realmente destinado à compra de imóveis.

O FGTS não deve ser utilizado para compra de material de construção, para isso já existe o Construcard da Caixa Econômica. No site da CEF não há impedimento de venda de imóvel que foi adquirido com FGTS, a não ser que o imóvel esteja hipotecado, com dívidas com a prefeitura do município, ou alguma outra ação que impede sua venda perante a lei.

Segundo as regras do banco, este benefício pode ser utilizado na amortização das parcelas, ou apenas para pagar a entrada se o valor não for muito alto. Com o uso desse recurso, os juros podem cair significativamente, o que é muito bom para o trabalhador.

Para ter direito de utilizar o benefício, o trabalhador mesmo que tenha uma alta quantia guardada, deve atender os seguintes requisitos:

  • Ter pelo menos 3 anos de lançamentos;
  • Não deve ter outro financiamento lançado no Sistema Financeiro de Habitação;
  • Não pode ter imóvel próprio na cidade em que reside ou trabalha;
  • Para utilizar o FGTS na quitação das parcelas, as mesmas devem estar em dia.

O Governo Federal é muito rígido quanto ao uso deste benefício, por isso, antes de utilizá-lo é importante procurar a Caixa para pedir maiores esclarecimentos e aproveitar o recurso da melhor maneira possível.

Que imóveis podem ser financiados com FGTS?

Posso vender imóvel comprado com FGTS - FinanciamentoPara que o FGTS possa ser utilizado, há algumas regras relacionadas aos imóveis, que o futuro comprador deve saber, veja algumas dessas regras, e averigue se o imóvel que deseja comprar atende a esses requisitos:

  • O imóvel deve estar em áreas urbanas, e somente será utilizado para fins residenciais;
  • Devemos comprar o imóvel apenas para moradia, e quem deve fazer isto é o titular;
  • Se o imóvel for um terreno ou estiver em construção, não atende às exigências da Caixa;
  • Antes de usar este benefício, será realizada uma vistoria no imóvel. 

O futuro comprador é quem deve se encarregar de checar informações como documentação, a análise do imóvel, e claro observar se o valor está dentro dos padrões do mercado. Antes de responder totalmente a sua pergunta: Posso vender imóvel comprado com FGTS? – saiba que para imóveis que são de propriedade da Caixa, é possível comprá-los de 4 formas, veja quais são:

  • Leilão;
  • Licitação fechada;
  • Licitação aberta;
  • Venda on-line. 

A própria Caixa é quem recomenda o uso do FGTS para a compra de imóveis, pois este permite financiar até 80% do valor do imóvel, dependendo do saldo que o cliente tiver na conta. Devemos lembrar que, neste caso as condições devem ser válidas apenas para SBPE e PRÓ-COTISTA.

Se o imóvel for em condomínio, as contas como água, luz telefone e IPTU devem estar em dia, para que o futuro proprietário possa ter o direito de comprar o imóvel. Os imóveis da Caixa são registrados em seu nome,  mediante escrituração realizada no Cartório de Imóveis.

É permitido um período de carência de 6 meses, neste tempo não são cobradas as parcelas de amortização, somente os encargos, devido a isso, os clientes devem se planejar para deixar seu financiamento em dia. O  financiamento não pode ultrapassar um comprometimento de 30% de sua renda.

Cuidados com  a venda de imóveis

Tenha sempre o acompanhamento de um corretor de imóveis, principalmente para investigar informações como documentação, valor correto do imóvel, e ainda ter certeza de que o imóvel está adequado para uso, ou seja, se não há problemas relacionados à vazamento, parte elétrica e hidráulica da casa ou do apartamento, etc.

O corretor também é responsável por checar sobre os impostos e taxas que deverão ser pagas, para que a escritura da casa possa ser feita sem impedimento algum. Um possível comprador também jamais deve se esquecer de fazer uma avaliação financeira rigorosa.

Uma parcela de uma casa, por menor que seja, pode comprometer toda a renda familiar, e devido a isso, é que os especialistas recomendam reunir  a família para analisar qual a melhor saída para poder adquirir uma casa.

Como o sonho é da família toda, pai, mãe e filhos devem contribuir para que seus sonhos sejam realizados, mas nunca deve comprometer seu orçamento, que já possui despesas que vem todo mês, como água, luz e telefone, por exemplo.

Muita cautela com propagandas muito atraentes, se não for comprar direto com a Caixa, procure saber quem é o anunciante, e analise se não há reclamações a respeito do mesmo, como estelionato, que é um crime muito comum no Brasil.

Caso perceba alguma irregularidade com relação à imobiliária que pretende contratar, faça uma denúncia ao PROCON, e nunca feche negócio, se houver uma financeira como intermediadora esta deverá ser comunicada imediatamente.

Mesmo que o imóvel seja feito de madeira, é possível utilizar o FGTS para seu financiamento, é possível inclusive adquirir até uma casa pré-fabricada. Respeite as regras de uso do FGTS para não ser barrado(a) pela financeira e conseguir assinar o contrato de sua futura casa.

Agentes financeiros do SFH

Vender imóvel comprado com FGTS - Agentes financeiros do SFHSomente para que a população possa tomar conhecimento, o SFH (Sistema Financeiro de Habitação) pode ter como agentes os bancos, a Caixa Econômica, as sociedades de crédito imobiliário, associações de poupança de empréstimo, etc.

Para que essas instituições possam funcionar, é importante que elas tenham CNPJ com sede própria, e que tenham autorização do Banco Central, e assim possam comercializar seus produtos por todo o país. O SFH é quem regulamenta as regras para financiamento de imóveis de todo o país, inclusive as que são estabelecidas pela Caixa Econômica Federal.

Conclusão – Posso vender imóvel comprado com FGTS?

Sim, desde que o mesmo se encaixe em todas as regras citadas acima. Para agilizar a venda, não deixe de cadastrar o seu imóvel aqui em nosso site, atendemos toda a região do Rio de  Janeiro. Seja para anunciar ou comprar, cuidamos de todas as etapas burocráticas para que nossos clientes se preocupem apenas em fechar bons negócios!

Vender Imóvel e Aplicar Dinheiro é realmente uma boa ideia?

Vender Imóvel e Aplicar Dinheiro é realmente uma boa ideia

Vender imóvel e aplicar dinheiro pode ser a solução para ter uma boa renda mensal, no entanto, quando temos um capital para investimento, temos infinitas possibilidades, como por exemplo, podemos deixar o imóvel para locação. Mas, vale a pena neste momento se desfazer de sua propriedade, é um bom negócio a se fazer?

Vender imóvel e aplicar o dinheiro hoje

Sabemos que, o aluguel não é considerado um rendimento bom para conseguir manter um imóvel, existem outros produtos de renda fixa que podem ser bem mais vantajosos do que o próprio aluguel. Neste caso, temos que levar em consideração o valor real do imóvel, portanto inicie fazendo uma avaliação do seu imóvel com ajuda de um especialista.

Os especialistas recomendam fazer a aplicação do dinheiro em ativos, como por exemplo, títulos públicos. Para saber se realmente compensa manter um imóvel ou não, devemos analisar o potencial de valorização da propriedade, que vai muito além da rentabilidade do aluguel.

Antes de vender uma propriedade, é necessário analisar se este irá valorizar daqui a alguns anos, temos sempre que comprar na baixa e vender na alta, por isso, esperar neste caso é sempre a melhor solução. Para avaliar corretamente um imóvel, devemos sempre levar em conta dois fatores:

  • Verifique se o seu bairro tem boas melhorias e investimentos;
  • A oferta e procura pela região está alta?. 

Ande pelo seu bairro, e veja se existem muitas placas de aluga-se ou vende-se, este também pode ser um indicativo de que há uma certa procura pelo seu bairro. Não se esqueça de analisar o mercado imobiliário de uma maneira geral, dessa forma as chances de evitar grandes prejuízos são muitas.

O Brasil e os investidores

O Brasil e os investidoresO cenário econômico atual favorece aqueles que pretendem investir em imóveis no Brasil, com a queda da taxa Selic pelo COPOM, que estima-se que esta chegue perto de 0% até o meio do ano que vem, alguns produtos de baixo risco que tenha renda fixa, pode sim apresentar boa rentabilidade o que chamou atenção de muitos investidores.

A taxa Selic pode afetar diretamente a decisão sobre vender ou alugar um imóvel, principalmente em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro que a procura sobre venda e aluguel de imóveis é extremamente elevada. Os especialistas orientam que, se o bairro está em expansão a dica é manter o imóvel, e reservar para locação.

Antes de vender, verifique a liquidez

Quando deixamos o dinheiro aplicado, podemos deslocar o valor e assim ter mais possibilidades de buscar oportunidades. Logo, se pretende deixar valor parado, não terá tanta possibilidade de escolha, por isso, tenha cuidado na hora de tomar essa difícil decisão, e peça ajuda a um especialista.

Em outras palavras, este é um dos melhores momentos para vender imóvel e aplicar o dinheiro, pois várias opções de investimentos estão se tornando acessível com a retomada do crescimento de nosso país.

Cuidado na hora de venda

Sempre que for vender um imóvel, tenha cuidado, principalmente ao anunciar um imóvel, tenha cautela na hora de escolher o portal. Busque ajuda de profissionais, no Rio de Janeiro, os cariocas agora podem contar com um serviço 100% confiável e seguro, sem ter que sair de casa.

Se você tem a ideia de Vender imóvel e aplicar dinheiro, conheça nosso portal hoje mesmo, e anuncie seu imóvel no conforto de sua casa, ou mesmo de sua empresa. Nós cuidamos de todo o processo desde a divulgação até a venda de seu imóvel, de maneira rápida, fácil e sem burocracia. 

Aguardamos o seu contato!

Posso Vender Imóvel Alugado? Tire Suas Dúvidas Agora!

Posso Vender Imóvel Alugado - Tire Suas Dúvidas Agora

Posso vender imóvel alugado? Esta é a dúvida de muitas pessoas que são locatárias e proprietários, afinal, nem todo mundo sabe como proceder na hora de vender um imóvel que está alugado. Para não cometer injustiças, o correto é procurar um profissional especialista em direito imobiliário. 

Saiba o que fazer com imóvel alugado

Segundo a Lei do Inquilinato, o direito de preferência é sempre do inquilino, ou seja, neste caso o proprietário deve vender o imóvel para seu locatário, mas deve ter igualdade de condições entre as partes interessadas. 

A lei prevê que, seja para o inquilino ou para algum terceiro adquirentes, as condições devem ser as mesmas, e não pode ter nenhum tipo de privilégio para nenhuma das partes. Veja o que diz o artigo 27 da lei 8.245/91:

No caso de venda, promessa de venda, cessão ou promessa de cessão de direitos ou dação em pagamento, o LOCATÁRIO tem preferência para adquirir o imóvel locado, em igualdade de condições com terceiros, devendo o LOCADOR dar – lhe conhecimento do negócio mediante notificação judicial, extrajudicial ou outro meio de ciência inequívoca.

Qual o prazo para notificar sobre a venda do imóvel?

O proprietário deve informar o quanto antes a proposta recebida, e nessa proposta devemos incluir todas as informações úteis, como por exemplo: 

  • Condições do negócio;
  • Informações sobre preço, prazo;
  • Forma de correção.

A Lei do Inquilinato também diz que, o inquilino tem até 30 dias para se manifestar sobre a compra do imóvel. Recomenda-se realizar uma notificação cartorial, que é mais ágil e econômica. Este documento é de fé pública, e é reconhecido pela justiça brasileira. Veja o que informa o artigo 28 a respeito do prazo: 

“O direito de preferência do locatário caducará se não manifestada, de maneira inequívoca, sua aceitação integral à proposta, no prazo de trinta dias.”

O que fazer se o locador desiste do negócio?

Caso aconteça de o locador desistir de realizar a compra, mesmo tendo notificado o locatário, haverá uma indenização de perdas e danos, que tem por objetivo evitar o abuso de direito do locador, que pode apresentar uma intenção de obter um possível despejo. Saiba o que cita o artigo 29: 

Art. 29. Ocorrendo aceitação da proposta, pelo locatário, a posterior desistência do negócio pelo locador acarreta, a este, responsabilidade pelos prejuízos ocasionados, inclusive lucros cessantes.”

Como proceder caso o locatário não seja notificado?

Como proceder caso o locatário não seja notificadoSe o inquilino não obter seu direito de preferência conforme determina a lei, este pode conquistar judicialmente a adjudicação do imóvel locado, no entanto, este deve atender a alguns requisitos, como por exemplo:

  • Respeitar o prazo de 6 meses para requerer;
  • Depositar em juízo o valor das despesas, incluindo escrituras;
  • No contrato de locação deve constar o número da matrícula do imóvel.

Quando o inquilino não atende a nenhum dos requisitos, este perde o direito de comprovar judicialmente os danos pela venda do imóvel sem ser notificado. 

Conclusão – Posso Vender Imóvel Alugado?

Posso vender imóvel alugado? Sim, caso tenha imóvel para vender e não tem tempo de ir até a uma imobiliária na cidade do Rio de Janeiro, não se preocupe, nosso serviço é 100% online, basta cadastrar agora mesmo o seu imóvel ou agendar uma visita de um de nossos Especialistas, cuidaremos pessoalmente da divulgação, venda e todos processos chatos e burocráticos até a venda do seu imóvel.

Aguardamos o seu contato!

10 Ideias Criativas para Vender Imóveis de maneira rápida e segura!

10 Ideias Criativas para Vender Imóveis de maneira rápida e segura

As ideias criativas para vender imóveis são várias, mas a princípio vamos mostrar apenas 10 que segundo especialistas, farão você vender seu imóvel de maneira rápida e segura. O marketing imobiliário tem inovado muito nos últimos anos com a ajuda da internet, o que contribuiu para aproximar ainda mais vendedores e clientes. 

Ideias criativas para vender imóveis

As estratégias de marketing podem ajudar a ampliar os horizontes na hora de conquistar novos clientes. Este processo começou a ser utilizado no mercado americano e se expandiu para o restante do mundo. Se deseja impactar seus clientes e ter uma boa presença na web, coloque em prática as seguintes dicas:

1 – Anuncie em bons portais imobiliários 

Os negócios imobiliários atuais já estão na web, e há boas imobiliárias que são 100% online, e que oferecem toda a assessoria para seus clientes, desde o agendamento das visitas que pode ser feito no site, até mesmo a preparação para a assinatura do papel. 

Se caso tenha uma boa carteira de imóveis para anunciar, vale a pena investir em um bom portal de imóveis para aumentar seu número de clientes, e ter mais possibilidades de fechar grandes contratos. São milhares de superclassificados que podemos escolher para se cadastrar.

2 – Use as palavras adequadas para a venda 

Inspire-se na hora de descrever seu imóvel, use gatilhos mentais para conquistar o leitor, afinal, um imóvel mexe diretamente com nosso emocional, mas não seja apelativo(a) tenha coerência e não esconda a verdade sobre o imóvel. 

A ficha deve prender a atenção do leitor do começo ao fim, deve ser uma ficha que realmente atrai para a venda, e neste caso, não é apenas os fatos que contam, mas sim as experiências.  Nesta hora, ter clareza e não errar na gramática é fundamental. Evite gírias e vícios de linguagem, especialmente se estiver no meio de uma negociação, às vezes, palavras ou frases podem ser mal interpretadas e colocar a venda em risco.

3 – Fale bem da futura vizinhança 

Revele ao público quais são as infraestruturas e benefícios que a região do seu imóvel pode apresentar para o novo proprietário. Uma dica bastante interessante é dar uma passeada pelo bairro e gravar um vídeo para mostrar o comércio da região e outras facilidades.

Escolha dias calmos, com pouco tráfego e barulho, desta forma causará boa impressão no futuro comprador. 

Os anúncios em vídeo e em imagem são os que mais atraem os olhares dos consumidores de uma forma geral, com os imóveis não é diferente, por isso, invista em imagens, tire boas fotos, busque os melhores ângulos do bairro de seu imóvel, tente destacá-lo dos demais. 

4 – Cuidado com a primeira impressão 

Muitas vendas são perdidas durante a apresentação do imóvel ao novo comprador. Geralmente a expectativa é grande por parte do interessado, que deseja encontrar um imóvel limpo, bonito e que de fato estimule o desejo de fechar o negocio. Quando uma pessoa entra no elevador, independente de quantos andares tem o prédio, o vendedor tem poucos minutos para apresentar uma breve descrição do que o comprador vai encontrar pela frente. 

Fale somente o necessário, evite palavras negativas e seja sempre sincero, mesmo quando as falhas forem aparentes. Evite se antecipar aos fatos, deixe o comprador a vontade e esteja disposto a responder suas dúvidas. 

5 – Mostre credibilidade 

Ideias Criativas para Vender Imóveis - Mostre credibilidade Assim como um logotipo faz com que os clientes identifiquem uma marca, mostrar credibilidade e transparência também é fundamental ao negociar um imóvel. Caso seja uma pessoa física, o ideal é que sempre busque ajuda de um profissional, seja um corretor ou uma imobiliária.

As imobiliárias investem pesado em identidade visual, principalmente quando anunciam nas redes sociais. Estão sempre inovando e buscando novas ideias criativas para vender imóveis. Se você quer mostrar credibilidade, apresentar seu imóvel da melhor forma possível, tenha sempre uma imobiliária séria representando seus negócios.

6 – Invista em Lives e vídeos

Depois das redes sociais, não há como não investir em lives, praticamente toda a web utiliza este recurso para divulgar seus produtos e serviços. Se tem novidades para contar, mostre para seu público por meio de lives no Youtube, Facebook, entre outros, elas são baratas e liga você diretamente ao seu cliente. 

Outra forma criativa de divulgar sua propriedade é através de vídeos. Hoje todos nós possuímos um smartphone, e em alguns minutos é possível gravar um bom vídeo mostrando os pontos atraentes do imóvel.

7 – Use e abuse das redes sociais 

Com  a ajuda das redes sociais, podemos criar respostas automáticas para nossos clientes e temos uma melhor interação com nosso público por mais tempo, o que permite atrair mais os clientes.

Dedique algumas horas do seu dia em postar boas notícias, bos imagens, vídeos, e informações úteis que possam interessar diretamente ao seu cliente, é lógico que com moderação, afinal ninguém deseja um vendedor chato enviando postagens o tempo todo.

O Instagram mostrou-se no último ano uma boa ferramenta para apresentar imóveis, ainda mais para as pessoas em sua cidade ou região. Com ele é possível criar um stories de cada imóvel, destacando a propriedade através de notas, vídeos, links, entre outros. 

8 – Invista em publicidade na internet 

Separe algum orçamento para publicidade. Hoje alguns veículos de divulgação possuem um grande alcance e uma alta taxa de engajamento por parte dos clientes. Invista em plataformas como o Google ads, Facebook ads.

9 – Respeite o seu cliente

Em toda negociação, deve imperar o respeito entre as duas partes, portanto, evite aproximações invasivas com o seu cliente, não saia atropelando as suas palavras. Como comprador, ele sempre buscará apontar os possíveis defeitos do eu imóvel, diante disso, seja cordial, busque discordar mas sempre mostrando soluções.

Jamais em hipótese alguma, discuta com seu cliente, ou demonstre que não tem interesse em tê-lo como comprador. Caso apresente o seu imóvel a um representante de um suposto comprador, ou para um casal, trate-os igualmente, muitas vezes são eles os que possuem a decisão de compra.

10 – Como anunciar imóveis no Rio de Janeiro?

A cidade do Rio de Janeiro possui particularidades que as vezes pode tornar confusa a venda de um imóvel, por anos questões como a falta de segurança pública em alguns bairros, o tráfego intenso, além de desvalorizar afastava compradores de bons imóveis.

Ideias Criativas para Vender Imóveis de maneira rápida e segura - TrindonAgora, quem deseja comprar ou vender um imóvel rápido, de forma segura e sem burocracia, conta com o auxílio de uma imobiliária que trabalha 100% online, ou seja, os clientes fazem todo o processo diretamente de sua casa ou do trabalho. Não há necessidade de pegar ônibus, ou ir de carro até a imobiliária. 

Nós da Trindon, investimos em segurança digital, para deixar seus documentos sempre protegidos, e utilizamos as melhores técnicas de marketing digital imobiliário, para aproximar vendedores de possíveis e reais compradores. Cuidamos também de toda a parte burocrática, e informamos sobre as eventuais taxas e documentos que devem ser apresentados na hora de assinar o contrato. 

Você cadastra o se imóvel para a venda e nossa equipe de profissionais faz o resto para você!

Se deseja experimentar na prática as ideias criativas para vender imóveis, não perca mais tempo, faça seu cadastro ainda hoje em nosso site, e comece a vender seus imóveis sem nenhuma burocracia e o melhor… nem precisa sair de casa, é tudo 100% online. Confira!

Não Consigo Vender Meu Imóvel – O Que Fazer?

Não Consigo Vender Meu Imóvel - O Que Fazer

Não consigo vender meu imóvel, saiba o que é necessário fazer quando há dificuldades em vender um imóvel, alguns cuidados como por exemplo, a escrita do anúncio, o local onde é anunciado devem ser tomados, para convencer o cliente a respeito do imóvel. 

Não consigo vender meu imóvel mesmo na crise

Receber uma proposta realmente séria em tempo recorde é difícil, ainda mais quando o país atravessa uma crise econômica que somente agora está no rumo de crescimento, então cuidados com a gramática e com a apresentação do anúncio são fundamentais para trazer sucesso em suas negociações.

Veja o que deve ser feito para solucionar alguns problemas que impedem a venda de seu imóvel, se este for seu caso, corrija seus anúncios e tente novamente. 

Resolvendo problemas com anúncio

Devemos realizar uma boa apresentação de nosso imóvel, se o anúncio tem fotos, invista nelas, crie fotos em alta resolução e se possível com vários ângulos. As fotos irão contribuir para a valorização de imóvel, por isso, caso seja necessário peça ajuda de um fotógrafo profissional. 

Coloque uma descrição objetiva que destaca os pontos positivos sobre o imóvel, como por exemplo, a vizinhança, o bairro, o comércio da região, etc. Não colocar informação suficiente pode deixar o cliente desconfiado e desinteressado. 

Escolha um bom site para anunciar, sites que investem em tecnologia são perfeitos para fazer anúncios com fotos, aqui em nosso site disponibilizamos um atendimento personalizado 100% online, e realizamos a intermediação entre cliente e comprador. 

Não esconda problemas do imóvel 

Não esconda problemas do imóvelUm imóvel pode apresentar problemas na parede, nos pisos, ou mesmo nos banheiros. Para evitar este tipo de problema, antes de vender ou alugar, procure pintar a casa para não dar aquela sensação de desleixo, no banheiro pode aparecer bolor e umidade, e por isso, temos que ter uma atenção ainda maior. 

Com relação aos pisos, se estiverem desgastados, devem ser trocados. Afinal, nenhum morador vai querer residir em um ambiente onde será necessário realizar reformas. Se houver um problema que demanda um prazo maior para ser consertado, deve ser avisado no momento da venda. 

Seja organizado quando for vender imóveis 

Independente se é apartamento ou casa, temos que ter organização, se estamos trabalhando com uma intermediadora, esta empresa pode fazer esta organização, e apenas nos preocupamos em fechar negócio e assinar o contrato. 

Quando atuamos de forma individual, sem ajuda de um intermediador, temos que ter tudo anotado, principalmente os canais onde estão anunciados os imóveis. Fale sempre a verdade, propaganda enganosa é crime, e o cliente pode denunciar no PROCON

Anuncie 100% online 

Se a sua cidade é o Rio de Janeiro, saiba que aqui é possível vender imóveis sem sair de casa e com total segurança, em nossa plataforma o crédito é analisado juntamente com os bancos, e caso seja aprovado nossa equipe cuida da papelada. Investimos em uma tecnologia moderna e segura, para deixar as informações de nossos clientes protegidas no mundo online. 

Conclusão 

Não consigo vender meu imóvel? Cadastre-se em nossa plataforma, para anunciar o seu imóvel, tudo no conforto de sua casa ou trabalho, realizamos todos os procedimentos burocráticos desde o anúncio até o fechamento do contrato. 

Aguardamos o seu contato!

Vender Imóvel Hipotecado – O Que Preciso Saber?

Vender Imóvel Hipotecado - O Que Preciso Saber

Posso vender imóvel hipotecado? Em algum momento da vida, os proprietários de imóveis já devem ter feito esta pergunta, principalmente se o seu imóvel estiver comprometido com dívidas. Algumas regras devem ser cumpridas para não comprometer todo o processo.   

Cuidados ao vender imóvel hipotecado

A hipoteca é quando o imóvel é colocado como garantia de empréstimo com juros baixos, e com prazo mais longo. Se o clientes não pagar a dívida, o banco pode entrar na Justiça para ter o direito sobre o bem hipotecado.

Mesmo que a pessoa esteja devendo, ela pode utilizar o imóvel para moradia normalmente, após a dívida ser quitada, a hipoteca pode ser liberada. Se o cliente não conseguir pagar toda a dívida, o imóvel deverá ser colocado à venda. 

O valor da venda deve ser cedido ao credor como pagamento, atualmente, o mercado imobiliário utiliza a alienação fiduciária, que tem se mostrado ser bem mais vantajosa do que a hipoteca. Para que a hipoteca possa ser validada, é necessário realizar o registro no Cartório de Registro de Imóveis. 

Com relação ao imóvel hipotecado, um dos cuidados que se deve ter é contratar um seguro contra inadimplência. Dessa forma, o credor será garantido se o devedor não conseguir quitar as amortizações. Mesmo que deixe o valor das parcelas mais caras, este seguro poderá nos proteger em caso de instabilidade financeira. 

Assim que for paga a última parcela, o credor deve solicitar a autorização de baixa de hipoteca, que deve ser registrado no Cartório de Registro de Imóveis. Dessa maneira, o imóvel pode ser liberado da garantia de imóveis. 

Como financiar imóvel hipotecado?

Para ser considerado uma hipoteca, o vendedor e o comprador deverão se dirigir a uma agência da Caixa, para demonstrar interesse pela compra do imóvel. Como de costume, a Caixa irá realizar todo o processo burocrático ao cliente. 

Se houver a liquidação das parcelas, será realizado um novo contrato no nome do vendedor, sendo assim, a Caixa então  deve encerrar o contrato antigo, e quita o saldo devedor, emprestando apenas o dinheiro restante. 

Após a liquidação do saldo devedor, o vendedor deve receber a diferença, que equivale ao valor da venda menos o valor da quitação, que era o débito do banco. 

Peça auxílio a uma imobiliária 

Em cidades como o Rio de Janeiro, na maioria das vezes não compensa realizar todo esse procedimento de compra e venda sozinho, além de dar dor de cabeça, o resultado pode não ser o esperado. Nossa equipe disponibiliza serviços online e totalmente seguros para clientes que desejam comprar ou vender

Peça auxílio a uma imobiliária

Nós passamos orientações quanto à documentação, impostos, e também vistorias de imóveis, tudo para tornar o processo mais simples e menos burocrático. Não há necessidade de se deslocar, pois o ambiente é 100% online, até mesmo o agendamento das visitas. 

Realizamos tudo o que diz respeito às transações imobiliárias, e os clientes não precisam passar por filas longas e demoradas dentro dos Cartórios. 

Conclusão 

Posso vender imóvel hipotecado? Se estiver tudo dentro da lei, sim é possível vender imóvel alienado/hipotecado. Conheça nossa plataforma e cadastre seu imóvel com segurança, ou se preferir pode buscar um imóvel no Rio de Janeiro para realizar uma visita, e quem sabe fechar negócio. 

Vender Apartamento Mobiliado no Rio de Janeiro vale a Pena?

Vender Apartamento Mobiliado no Rio de Janeiro vale a Pena

Vender apartamento mobiliado no Rio de Janeiro pode ser uma boa opção para este ano de 2019. Com a redução das taxas de juros anunciado por Jair Bolsonaro e divulgados pela Caixa, este pode ser um bom momento para os corretores da cidade maravilhosa. 

Como está o mercado imobiliário no  Rio de Janeiro?

Com as taxas reduzidas, e as parcelas corrigidas com base na inflação, e na TR este momento é considerado um dos melhores para todo o mercado imobiliário nacional, e que pode ajudar a impulsionar o mercado de construção civil, gerando assim mais empregos. 

Embora ainda apresente algumas dificuldades, fruto do reflexo da crise de 2014, o mercado imobiliário do Rio de Janeiro tem mostrado que pode ser uma boa hora para quem deseja investir em imóveis, ou vender apartamento mobiliado. 

Por ser um mercado considerado ainda tímido, esta situação pode acabar refletindo diretamente nos valores dos imóveis, o que pode ser muito favorável para aqueles que querem investir a longo prazo, mas os especialistas recomendam muita cautela. 

Somente no ano de 2017, a queda dos preços dos imóveis no Rio de Janeiro chegou a 3,8%. Para aqueles que possuem imóveis para locação este índice atingiu a casa dos 8% de queda do preço do aluguel. 

Como foi o desenvolvimento em 2018?

Em 2018, o mercado de imóveis começou a tomar um impulso de crescimento. Até o mês de agosto deste ano, podemos mostrar alguns números relacionados a venda, aluguel e rentabilidade. Veja a seguir, algumas dessas informações: 

Venda 

Para quem deseja vender apartamento mobiliado no Rio, devemos lembrar que houve uma queda de 0,1% no mês e o m² chegou a custar cerca de R$ 5933,00. Já na zona sul, o preço do m² atingiu a casa dos R$ 13428,00. 

Aluguel 

Para um apartamento de 65m² o valor do aluguel pode chegar a R$ 1500,00. Em 80% dos bairros, podemos registrar uma queda de 8% nos últimos meses. 

Rentabilidade 

A rentabilidade é o fator que mais se manteve estável nestes últimos meses, o que torna um dos fatores mais decisivos na compra de um imóvel no Rio de Janeiro. Seu índice chega a 4% ao ano, o dono do imóvel necessita de 25 anos de aluguel para conseguir quitar o imóvel. 

O que esperar do futuro?

O que esperar do futuro

A demanda para a compra na cidade ainda permanece fraca, por isso, os especialistas recomendam estudar bairro a bairro, para avaliar o custo/benefício do apartamento, mesmo que ele já esteja mobiliado. O mercado do Rio permanece estável em comparação com o restante do país que tem mostrado um amplo crescimento do setor. 

Que cuidados devemos ter na compra de um imóvel?

Independente das circunstâncias do mercado imobiliário em sua cidade, alguns cuidados devem ser tomados para evitar algum possível golpe. Comprar um imóvel não é tarefa fácil, e na maioria das vezes, contar com a ajuda de uma imobiliária de confiança pode fazer toda a diferença. 

Vamos mostrar aqui, que tipos de cuidados o comprador deve ter no momento que decide comprar seu imóvel: 

Confira a credibilidade da construtora 

Use as redes sociais, e sites especializados como o Reclame Aqui e Procon, veja se a imobiliária tem uma boa reputação, principalmente com relação aos prazos, caso contrário em algumas situações, se houver atraso na entrega de  documentos pode gerar multa para o cliente. 

Saiba escolher corretamente o imóvel 

Defina para que será utilizado o imóvel, se é para locação, empresa, ou moradia, depois disso, use a internet para pesquisar sobre os imóveis de sua região. Para alguns clientes o imóvel na planta pode ser vantajoso, mas para outras o imóvel usado pode ser mais prático. 

Consulte a documentação 

Nesta hora, o auxílio de uma imobiliária pode contribuir para que o processo seja mais rápido, além da documentação do proprietário, devemos separar a documentação do vendedor, e também do imóvel, geralmente costumam ser solicitados os seguintes documentos: 

  • Cópia do CNPJ, se for pessoa jurídica, ou CPF para pessoa física;
  • Contrato Social;
  • Registros da Junta Comercial;
  • Certidões Negativas;
  • Certidão de quitação de tributos.

Por ser uma lista extensa, é importante que as pessoas que não tenham muita experiência contratem os serviços de uma imobiliária, pois o corretor com CRECI pode fazer o acompanhamento e agilizar o processo. 

Leia o contrato de compra e venda 

No contrato de compra e venda devem ser incluídas informações como localização do empreendimento, descrição da área, valor do imóvel, formas e fluxo de pagamento. O contrato somente tem confirmação jurídica quando for validado pelo juiz, por isso após ser assinado e validado é um documento valioso. 

Faça um planejamento financeiro

A compra de um imóvel pode atrapalhar o financiamento doméstico, pois como sabemos existem diversos custos extras como por exemplo, o ITBI (Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis), comprar um imóvel não requer apenas pagar suas parcelas, mas sim, todos os custos envolvidos no processo. 

Os custos com o pagamento das parcelas não devem ultrapassar os 30% da renda total familiar, conforme determinação da Legislação Brasileira. 

Não deixe de fazer a vistoria 

Mesmo que seja um imóvel na planta, devemos averiguar se as obras estão em dia, e para um imóvel que já está construído é fundamental visitar o local, para analisar se há algum possível transtorno para o futuro morador. 

Não importa se o imóvel será utilizado para fins comerciais, ou para moradia, a vistoria é um processo necessário antes da assinatura do imóvel, as próprias imobiliárias costumam recomendar uma vistoria para não haver problemas no futuro. 

Consulte a Secretaria de Segurança Pública 

Caso não conheça o comprador adequadamente, é possível consultar informações úteis no site da Secretaria de Segurança Pública, para checar se há passagem na Polícia, algum crime por estelionato, etc. O processo de compra e venda de imóvel é muito rigoroso e devemos ter cuidado com tudo. 

Experimente os serviços imobiliários online

Experimente os serviços imobiliários online

Se pretende vender ou comprar imóveis no Rio de Janeiro, conte com uma equipe que trabalha 100% online e segura. Fazemos todo o processo de compra e venda online, inclusive o agendamento de visitas, confira nossos serviços ainda hoje e saia do aluguel. 

Conclusão  

Mesmo com um mercado praticamente estável, vender apartamento mobiliado no Rio de Janeiro é possível, graças aos serviços imobiliários oferecidos via internet, os clientes podem conhecer os imóveis e conversar com corretores sem ter que ir a uma imobiliária. 

Vender Imóvel Agora ou Esperar? O Que Considerar?

Vender Imóvel Agora ou Esperar- O Que Considerar

Saber se é hora de vender imóvel agora ou esperar pode ser complicado para muitos brasileiros, principalmente porque ainda estamos passando por uma crise financeira complicada que aos poucos está normalizando.

A partir de agora veremos alguns pontos importantes que nos ajudarão a entender como está o mercado imobiliário e se realmente vale a pena vender o seu imóvel neste momento, confira!

Saiba em que momento deve vender seu imóvel 

Para entender como funciona o mercado imobiliário devemos saber que a formação de preço depende de vários fatores, que podem ser econômicos, ou ainda pode estar relacionado às características de uma cidade. 

Se queremos evitar prejuízo financeiro e patrimonial, devemos reconhecer quais as vantagens e oportunidades que este mercado pode nos oferecer, e então identificar qual o momento ideal para vender seu imóvel. 

Os especialistas orientam que, se o imóvel está com uma valorização considerável, ou seja, quando o mercado toma como base o preço de compra, pode ser uma boa hora para colocá-lo para venda. Não devemos nos esquecer de avaliar a situação do mercado até o momento, pois como sabemos o mercado imobiliário pode oscilar muito. 

Devemos pesquisar se a aplicação irá trazer uma rentabilidade e uma segurança desejada por todos que querem vender seus imóveis. A economia nacional pode sim interferir diretamente nas negociações. Vimos isso acontecer desde 2014, quando começou a crise econômica, muitas pessoas não conseguiam nem sequer alugar quanto mais vender. 

A alta do juros e a elevação da taxa Selic também acabou atrapalhando o mercado imobiliário. Devido ao fato de o crédito imobiliário ter ficado mais caro, os preços dos imóveis ficaram muito baixos, o que não é ideal para quem vende.

Como a recuperação da economia pode ajudar o mercado?

Após 2017, a economia vem mostrando sinais de recuperação, o que tem animado muitas pessoas que têm imóveis à venda, mas mesmo assim, o setor merece cuidado e atenção. Atualmente, a economia encontra-se aquecida, o que pode ser um bom indicativo para o mercado imobiliário. 

Para quem trabalha com vendas de imóveis, este pode ser um bom momento para quem quer vender aquele imóvel que está difícil de ser negociado. 

Cuidado com os fatores locais 

Vender Imóvel Agora ou Esperar- Recuperação do mercadoNa hora de comprar ou vender um imóvel, temos que analisar os fatores locais, que podem ser responsáveis por definir uma possível valorização ou desvalorização do imóvel. Devemos alinhar também às características dos imóveis, afinal as tendências podem mudar de situação para situação. 

Caso contratar um corretor, lembre-se que este profissional deve ter CRECI, e ao menos o curso técnico em serviços imobiliários, para passar mais credibilidade ao cliente no momento de compra e venda de imóveis. 

Tenha cuidado com ofertas muito baratas, a internet já mostrou que há muitos golpistas oferecendo falsas propagandas, por isso, consulte sempre que possível. 

Conclusão 

Vender imóvel agora ou esperar? Com a melhora da economia no Brasil e no mundo, o cenário para quem tem imóvel pode estar mais favorável. Por conta disso, se você tem um imóvel ou quer alugar, nossa plataforma é 100% online, rápida e segura. Não perca tempo, faça o seu cadastro em nosso site, e venda seu imóvel! ainda este mês.